Rota de 4 dias por Mallorca em autocaravana

Mallorca1

À procura de praias paradisíacas para explorar em autocaravana ou campervan? Prepare as malas! Vamos para Mallorca!

Autocaravanas e Campervans disponíveis em Mallorca

Campervan

Palma

2 viajantes

5,0 (3) Best Owner
A partir de
60 €

Campervan

Palma

4 viajantes

5,0 (1) Best Owner
A partir de
60 €

Campervan

Manacor

2 viajantes

5,0 (2) Best Owner
A partir de
80 €

Rota por Mallorca: o que precisa saber

Para começar, saiba que o acesso a Mallorca pode ser feito de ferry saindo de Barcelona, Dénia ou Valência. Poderá também, naturalmente, viajar de avião.

Uma vez chegado à ilha, é importante saber que Mallorca não está preparada para o turismo itinerante. Em termos de serviços, não há campings nem áreas para autocaravanas em Mallorca. Apenas podemos realizar os serviços de autocaravana no Punto Verde de Palma de Mallorca, que fecha às 20 horas. No entanto, existem algumas estações de serviço, como a de Son Servera, onde é possível esvaziar e encher os tanques de água.

Portanto, o primeiro conselho é ser muito respeitoso com os estacionamentos onde vai estacionar e dormir. E, sob nenhuma circunstância, acampar ou ultrapassar o perímetro do veículo com a colocação de elementos como cadeiras e mesas. Apenas assim, respeitando a legalidade, poderemos desfrutar desta ilha por muitos anos.

Uma rota inesquecível em autocaravana

Mallorca, a maior ilha da Espanha e um dos destinos turísticos mais importantes do Mediterrâneo, é um paraíso para uma experiência de 4 dias em autocaravana.

A ilha oferece a possibilidade de saborear cada um de seus recantos e nos envolver tanto num passeio histórico e cultural sem precedentes. Poderá tanto explorar as suas belas praias como a sua emocionante serra, com vistas inesquecíveis e picos com mais de 1000 metros de altura.

Día 1: Palma de Mallorca, a maior cidade da ilha

Se chegar a Palma de ferry noturno, a cidade dá-lhe as boas-vindas para um passeio reconfortante e uma bebida refrescante num dos seus muitos espaços ao ar livre. Além disso, às terças e sábados, pode desfrutar do mercado de produtos orgânicos que acontece na praça do Bispo Berenguer de Palou.

Há muitos que visitar em Palma de Mallorca em apenas um dia. Alguns pontos imperdíveis são a Catedral de Mallorca, o Palácio Real de La Almudaina e os banhos árabes do século XI, um dos poucos testemunhos restantes da arquitetura islâmica na ilha, que nos lembra que Palma de Mallorca foi construída pelos árabes sobre restos romanos.

Todos os destinos culturais estão localizados na mesma área, pelo que os pode visitar a pé. No entanto, a visita ao Castelo Fortaleza de Bellver exigirá que se desloque de carro até o estacionamento designado para visitantes. Se planear essa atividade para o final do dia, tenha em consideração que o horário de encerramento é às 19h (18h durante os meses de inverno).

Día 2: Explorando as aldeias da Serra de Tramuntana

A partir de Palma, em apenas 30 minutos, chegará à cidade de Valldemossa, na Serra de Tramuntana, através de uma estrada ascendente com curvas, mas de fácil acesso. Dizem que esta é a vila mais bonita de toda a ilha devido à paisagem impressionante que a rodeia. Aqui, destacamos a Real Cartuja, a Igreja de San Bartomeu e o Palácio do Rei Sancho. Uma vez na vila, as casas geminadas, os pátios floridos e as ruas de paralelepípedos transportam-nos para uma outra época, hipnotizando-nos tal como aconteceu a inúmeros artistas e escritores do passado que a visitaram em busca de inspiração.

Se é amante de um estilo mais contemporâneo, ficará feliz em saber que em Valldemossa está localizada a Casa Nord, um centro cultural fundado pelo ator de Hollywood Michael Douglas, cuja propriedade s'Estaca está localizada na estrada entre Valldemossa e Sóller, perto de Deià. A partir desta vila, pode-se aventurar numa caminhada de ida e volta de aproximadamente 14 quilômetros até o Puig des Teix, embora essa aventura exija um dia inteiro (cerca de 6 horas) e um mínimo de condição física, devido à sua extensão.

A caminho de Deià, nossa próxima vila recomendada, sugerimos que faça uma paragem para apreciar a vista sob o Mar Mediterrâneo a partir do Mirador s'Escaleta e admire a espetacular formação rochosa de Sa Foradada. Deià é uma vila que cresceu num local privilegiado entre o mar e as montanhas. Se Valldemossa é a vila mais bonita da ilha, Deià é, sem dúvida, a vila mais encantadora. Cercada por vistas exuberantes e natureza, sua beleza arquitetónica e sua alma boêmia têm atraído, há mais de um século, personagens famosos. É considerada uma vila de artistas e músicos e oferece uma intensa agenda cultural, especialmente durante a alta temporada.

Não pode deixar a vila sem visitar Cala Deià, um recanto paradisíaco de águas calmas e cristalinas que não vai esquecer e, mesmo que se recomende a utilização de sapatos de borracha ou sandálias, o mergulho valerá certamente a pena.

Por fim, a cerca de 20 minutos de Deià, encontrará o Vale de Sòller, escondido entre montanhas altas e no meio da Serra de Tramuntana. Lá, cercado por hortas e árvores frutíferas, encontramos a vila com o mesmo nome, Sòller, que se destaca pelo seu centro antigo e suas ruas de paralelepípedos, cheias de casas modernistas e típicas vilas mallorquinas. A cerca de 3 quilômetros da vila, será surpreendido com belos pores do sol no Porto Natural de Sòller, que desde o século XVIII mantém uma estreita relação comercial com a França, exportando citrinos e outros produtos do vale. É por essa razão que muitos franceses se estabeleceram lá e deixaram sua marca no idioma, na arquitetura e em certos costumes.

O isolamento geográfico do vale em relação ao resto da ilha conferiu-lhe um caráter próprio e foi nesse contexto que o porto se desenvolveu como única via de comunicação com o exterior. Até 1920, com melhorias nas comunicações, o vale se tornou acessível para toda a ilha.

Dia 3: Península de Formentor, cantos de sonho

A partir de Sòller, levará cerca de uma hora para chegar a Pollença, uma vila emblemática, localizada ao lado da Serra de Tramuntana, cheia de atrações a serem descobertas. Vale a pena dar um passeio pela vila e subir os 365 degraus, que representam os dias do ano, até a Ermita del Monte Calvário, de onde terá as melhores vistas sob as redondezas.

A apenas 7 km da vila encontra-se o segundo núcleo urbano mais importante do município: Port Pollença. Conhecido pelos locais como "El Moll" (o cais), era uma pequena vila de pescadores que, com a chegada de turistas e artistas que valorizavam sua paisagem, se consolidou como um centro urbano. A baía de Pollença oferece uma extensa faixa de praias e passeios deslumbrantes, além de restaurantes e lojas de artesanato.

E é a partir deste lugar maravilhoso que, através de uma estrada estreita e sinuosa, podemos aventurar-nos na paisagem idílica da Península de Formentor e alcançar o cabo local, com farol de 22 metros de altura. Existem autocarros que possibilitam a viagem pela península como uma alternativa segura e económica, pois existem restrições para veículos não autorizados de junho a setembro, das 10h às 19h.

Dia 4: Passeio pela antiga capital do norte

A vila de Alcúdia, a 15 minutos de Port Pollença e declarada Conjunto Histórico-Artístico, possui um importante legado. A cidade foi construída num traçado urbano medieval sobre o que inicialmente era uma aldeia muçulmana chamada "Al Kudi", que lhe deu o nome atual. A imponente cidade estava completamente cercada por muralhas e contava com 25 torres distribuídas ao longo de 1,5 km de perímetro.

A partir do caminho circular de Alcúdia, é possível ter uma visão completa das muralhas que sobreviveram ao longo do tempo e que podem ser acessadas por dois pontos da vila. Duas das três portas de acesso ao interior da cidade foram preservadas e a terceira porta abriga a ponte de pedra que atravessava o fosso de acesso à população.

Entre as baías de Pollença e Alcúdia encontra-se a antiga cidade romana de Pollentia, fundada em 123 a.C., que marcou o início da vida urbana em Mallorca. Foi a cidade mais importante das Ilhas Baleares, com uma extensão de 15 a 20 hectares. Atualmente, é possível visitar a Portella, o Fórum e o Teatro de Pollentia.

A cerca de 20 minutos a leste de Pollentia, encontra-se o Parque Natural de S'Albufera de Mallorca, entre as cidades de Sa Pobla e Muro, que representa a maior área húmida das Ilhas Baleares. É possível fazer diferentes itinerários a pé ou de bicicleta para descobrir uma infinidade de espécies de fungos, vegetação e aves. Neste último município, podemos desfrutar da Praia de Muro, a praia de areia branca mais extensa de Mallorca, com quase 6 km de comprimento. Esta praia está dividida em quatro seções e em qualquer uma delas pode dar um mergulho e aproveitar suas águas limpas e rasas, características que a tornam uma escolha popular entre as famílias.

Descobrindo o interior de Palma de Mallorca

Muitas vezes, a costa de Mallorca e a Serra de Tramuntana ocupam o primeiro lugar entre as atrações turísticas da ilha, mas as vilas do interior não ficam para trás. Um exemplo disso é Petra, uma vila na região de Pla de Llevant, no coração de Mallorca, que foi o berço do famoso missionário evangelizador da Alta Califórnia, frei Junípero Serra, e onde pode visitar a igreja paroquial de San Pedro.

É melhor planear sua viagem fora da alta temporada, quando a ilha está muito cheia, e, sob nenhuma circunstância, acampar, pois isso pode afetar nossa capacidade de continuar viajando para Mallorca em autocaravana.


Esperamos que tenha gostado dessas recomendações para 4 dias em autocaravana a viajar por Mallorca. Reserve um veículo com a Yescapa e descubra esta maravilhosa ilha no seu próprio ritmo.

Maria L.

Ver artigos semelhantes

camping algarve portada
Natureza

Roteiro de 5 dias em Autocaravana pelo Algarve

No extremo sul de Portugal, prolongando-se de leste a oeste, o Algarve é conhecido pelas suas belas praias, pelas festas de verão, mas também por ser uma zona muito requisitada turisticamente e ideal para percorrer de autocaravana ou campervan. Ainda que as praias de areia dourada e as águas temperadas e cristalinas sejam o ícone que de imediato assola quando pensamos no Algarve, a região tem muitas outras riquezas para ser exploradas, desde a particular arquitectura típica, com as suas chaminés únicas, ao Parque Natural da Ria Formosa, umas das Sete Maravilhas de Portugal. Reserve a sua autocaravana, a qual pode alugar em qualquer parte do país ou directamente no Algarve através da Yescapa e aventure-se pelo Algarve e pelas suas rotas, num roteiro de 5 dias que se prolonga por pouco mais de 100 km, onde existem muitos parques para autocaravanas onde pernoitar. Uma sugestão a ter em conta já este verão. 

richard de ruijter khdcqq7uyh4 unsplash
Natureza

As melhores praias fluviais para visitar em autocaravana

Portugal é muito conhecido pelas suas cidades e pela sua belíssima costa oceânica, locais onde se concentra grande parte da afluência turística, mas o país tem muito mais para oferecer. Se gosta de trilhos a pé, ciclismo, canoagem, caiaque ou pesca, encontrará uma enorme oferta, de norte a sul do país. E grande parte dessa experiência na natureza passa pela extensa rede de praias fluviais, que embelezam o país com as suas águas cristalinas, bosques, piscinas, cafés e bares locais. Alugue a sua autocaravana em Yescapa  e aventure-se em mergulhos de água doce, seguindo as nossas sugestões (deixamos uma sugestão por região). Pronto para se fazer à estrada? 

aveiro em autocaravana
Viagens na cidade

Visita a Aveiro em Autocaravana

Quando se fala de Aveiro é quase incontornável relembrar que a cidade portuguesa é conhecida como a “Veneza de Portugal”. E se é certo que há pontos de convergência entre as duas cidades, há também muito a descobrir em Aveiro que não se encontra na cidade italiana. Aveiro tem imensas particularidades e não faltam motivos para a visitar, desde a sua ria com os moliceiros aos famosíssimos ovos moles, a especialidade gastronómica da região. Por outro lado, não faltam os famosos canais e as pontes que os atravessam, numa cidade que cresceu ao sabor da geografia que a rodeia.