Transformação de Campervans com interiores em madeira

3 Junho 2021 Autocaravanas

Transformação de Campervans com interiores em madeira

A Célia e o Ricardo são proprietários na Yescapa de uma Campervan com o interior todo em madeira e têm um projeto profissional de transformação de carrinhas em campervans com especialidade em madeira. Como a transformação de campervans em madeira e homologação deste tipo de veículos requer sempre muitas dúvidas e perguntas, trabalhamos em conjunto um artigo sobre o projeto e dicas para quem pensa em transformar a sua Campervan / Furgão Transformado mas não sabe como começar.

O Projeto Arrvans4U

Arrvans4U surgiu como um projeto onde fosse possível combinar o gosto por Campervans e o gosto pela madeira. Nada melhor do que construir interiores de Campervans em madeira!

O ambiente natural e orgânico, combina com a ideia de viajar e de desfrutar tempo ao ar livre em plena harmonia com a natureza.

Já passaram mais de 3 anos. Muitos trabalhos foram concluídos e foi possível desenvolver apaixonadamente este projeto. Inicialmente os trabalhos eram feitos a partir de casa, mas com a necessidade de melhoria de condições, neste momento, dispomos de um espaço para tal em Almada.

Pode acompanhar o projeto da Arrvans4U nas redes sociais. Acompanhe todos os projetos e aventuras no Facebook e no Instagram.

Escolha do Veículo

A transformação de uma simples carrinha numa Campervan é um processo que implica diversos factores. É necessário avaliar qual o tipo de carrinha que pretendemos, uma vez que existem inúmeras opções disponíveis.

Todos os veículos são aptos. É sempre necessário avaliar o tipo de utilização que lhe iremos dar bem como as necessidades específicas de cada um. Devemos perguntar: É um espaço para uso esporádico ou mais prolongado? Precisamos de uma carrinha com teto alto ou baixo? Algo compacto ou uma área mais espaçosa? Estas são algumas perguntas que deverão ser feitas antes de tomar a decisão de adquirir a carrinha. Não se esqueça que o fator idade também é importante. A idade pode trazer muitas mazelas associadas e um passo mais de caracol nos seus passeios. No entanto, não há nada como o feeling das carrinhas “OldSchool”. Não se esqueça de pesar esses e outros  fatores  na altura de escolher.

Espaço Interior

Agora com a carrinha escolhida, é preciso decidir o layout.

Fazer um esboço com medidas é sempre uma boa ideia. A internet é uma ótima ferramenta para procurar inspiração.

Um bom layout define se o seu espaço será prático ou não, tente usar todo o espaço disponível.  Uma ideia para saber o que funciona para si, poderá passar por primeiro alugar uma e passar tempo nela. Vai rapidamente perceber o que é importante ter e o que o incomoda ou acha desnecessário. Mesmo que não acerte à primeira poderá sempre acrescentar ou alterar, mas é conveniente ser o mais próximo do que precisa, para evitar custos e trabalhos acrescidos. 


Início da Transformação

Antes de começar a fazer o interior da sua carrinha, são sempre precisos trabalhos de preparação.

Limpe o espaço interior e deixe-o vazio, assim conseguirá evitar surpresas indesejáveis. Poderão ser necessários alguns trabalhos de tratamento na chapa interior, tudo dependerá do estado desta.

Em seguida, um bom isolamento ditará o seu conforto interior. Existem muitas opções no mercado por onde escolher. Não salte este passo, porque certamente no futuro irá arrepender-se. 

Com o layout definido, já saberá onde terá os seus pontos de luz. É nesta altura que deverá tratar da pré-instalação elétrica. O sistema elétrico (habitualmente a 12V) poderá ser mais simples ou mais complexo, mais uma vez, dependerá das necessidades de cada um. Não se esqueça que terá de ter bateria(s) extra e maneira de carregá-las para ter sempre energia. Para carregar as baterias extra também existem muitas ofertas no mercado, mas o sistema de carregamento normalmente terá sempre de ser feito por painéis solares e/ou relé de carga ao alternador e/ou através de uma fonte externa 220v. 

Escolha dos Materiais

Opte por madeiras mais leves. Não se esqueça que não existem paredes direitas, por isso, será sempre boa opção escolher materiais que permitam acompanhar as curvas do espaço.

Para aplicar o forro é importante criar uma estrutura de apoio, para facilitar a sua fixação. E por fim o tratamento. Não se esqueça que toda a madeira deverá ser tratada para durar.


Construção dos Módulos

Existem várias maneiras de o fazer. Há quem opte por fazer todos os módulos e depois fixá-los. Outros escolhem uma abordagem mais orgânica e intuitiva, fazendo conforme o espaço permite.

Não existe uma única forma de o fazer. O importante é deitar as mãos à obra! Lembre-se que os espaços devem permitir a abertura das portas e gavetas e como a carrinha vai estar em movimento, deverão existir fechos em tudo, para que não se abram em andamento.  

Tempo de Execução

A duração é algo difícil de prever, é necessária alguma paciência porque tudo leva o seu tempo.

Serão sempre necessárias muitas horas de trabalho, mas não desespere que no fim valerá a pena. Num trabalho diário e com algum tipo de experiência, dificilmente demorará menos que 2 meses de execução. Mas claro, tudo dependerá da dimensão do projeto.

Custo Esperado na transformação de uma Campervan

Existem transformações para todos os bolsos. Não se esqueça que quantos mais equipamentos tiver, maior será a fatura final. Os custos dependerão também da quantidade de trabalhos que conseguir fazer sozinho ou dos que precisa de recorrer a um profissional.

Processo de Homolagação de uma Campervan

A homologação deste tipo de veículo é algo que será necessário. A legislação sobre este assunto tem tido muitas alterações ao longo do tempo.

O melhor será sempre falar com alguém (normalmente é um Eng.º Mecânico que submete o projeto no IMT) para saber no seu caso qual o tipo de homologação aplicável.

Dependendo da sua configuração e do tipo de homologação necessário, também terá de gastar mais ou menos dinheiro.

Sugestões para quem quer transformar uma Campervan

Se está a pensar em construir a sua própria Campervan, será importante ter alguns pontos em consideração. Para refletir poderá perguntar-se o seguinte:

Já alguma vez construí alguma coisa? Tenho todas as ferramentas necessárias para executar o trabalho? Sinto-me capaz de executar todas as etapas do processo? Tenho tempo disponível para o fazer? Tenho um espaço onde possa executar o projeto? 

Se respondeu confiantemente que sim, deveria começar! Se por outro lado, achar que esta poderá não ser a sua praia, não tem de abdicar do sonho. Poderá sempre recorrer a um profissional e manter na mesma as suas ideias e cunho pessoal na transformação.


Tem uma campervan ou furgão transformado? Alugue-o na Yescapa e rentabilize o custo do investimento da transformação do mesmo.